Friday, January 19th, 2018 | 7:21 am
Home » Saúde & Bem Estar » Falando sobre depressão

Falando sobre depressão

Quem ja não sentiu uma tristeza profunda, uma vontade de parar no tempo, chorar sem razão. Uma falta de consolo e uma carencia extrema.

Quem ja não se sentiu tão sozinho, ao ponto de achar que ninguem mais estava do seu lado, ou teve uma dificuldade imensa de se adaptar ha uma nova vida, provocando uma frustacão enorme e sentindo uma vontade de largar tudo e desistir dos seus objetivos.

Pois e, estas sao apenas algumas emocoes que podem desencadear a tao falada e ao mesmo tempo temida DEPRESSAO.

Este mal aflige milhares de pessoas. Algumas ja sofreram dele, outras sofrem, conhecem alguem que sofreu e continuam sofrendo. Segundo a OMS (Organizacao Mundial da Saude) mais de 350 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão, 5% da populacao mundial, considerando que temos uma populacao de mais de 7 bilhoes de pessoas.

A OMS define depressão como um transtorno mental comum, caracterizado por tristeza, perda de interesse, ausência de prazer, oscilações entre sentimentos de culpa e baixa auto-estima, além de distúrbios do sono ou do apetite. Também há a sensação de cansaço e falta de concentração.

A depressão pode ser de longa duração ou nao. Na sua forma mais grave, pode levar ao suicídio.

Quanto mais cedo  pessoa que sofre destes sintomas procurar um profissional qualificado e ajuda para começar o tratamento, melhores e mais rapidos serao os resultados.

Vários fatores podem levar à depressão, como questões sociais, psicológicas e biológicas. Estudos mostram, por exemplo, que uma em cada cinco mulheres que dão à luz acaba sofrendo de depressão pós-parto.

E recomendado tambem que amigos e parentes de pessoas que sofrem de depressão participem do tratamento.

Entre jovens de 10 a 19 anos a depressão é a principal causa de doenças e de inaptidao. Os três principais motivos de morte no mundo nesta faixa de idade sao: acidentes de trânsito, Aids e o suicídio. Em 2012, 1,3 milhão de adolescentes morreram no mundo, como causa principal a depressao.

Os problemas nesta faixa de idade estão relacionados com o cigarro, o consumo de drogas e bebidas alcoólicas, Aids, os transtornos mentais, nutrição, sexualidade e violência.

Para elaborar este documento, a OMS utilizou dados fornecidos por 109 países

Temos que levar em consideracao que:

  • Depressão é uma doença, não “frescura”,
  • Preconceito só atrapalha a cura,
  • Com um amigo deprimido, não adianta só conversar,
  • Os sintomas podem ser físicos e psíquicos,
  • Qualquer pessoa pode ter depressão,
  • Depressão é uma das principais causas de afastamento do trabalho.

E como combate-la? Bem, a depressão não e facil, quem sofreu ou sofre dela ja se sentiu em um buraco escuro e vazio, sem conseguir ver ou sentir nada, apenas inercia e dor.

Quando tudo la fora se move, tem vida e voce esta congelado em um tempo onde nada faz sentido, não quer sair do quarto, andar, comer, respirar, viver.

Neste momento e fundamental o apoio de parentes e amigos e tambem que voce busque recursos para se ajudar.

O processo de libertacão e lento, e voce pode procurar ajuda em remedios naturais como Florais de Bach, Oleos, Homeopatia, caminhadas leves, banhos de sol, alimentacao equilibrada, muita agua, companhia de amigos e familia, tambem oracão.

Procurar algo que cause sensacão de bem-estar pode ajudar muito, como: assistir videos engracados, passear em lugares calmos e iluminados com a luz do sol, ficar perto da natureza, tomar banho de mar, e sempre sorrir, mesmo sem vontade, pois um sorriso movimenta 73 músculos da face e estimula o cérebro a liberar endorfina e serotonina, substâncias que, além de proporcionar sensação de leveza e bem estar, ativam o sistema imunológico.

Sorrir é um remédio sem efeitos colaterais, entao, mesmo sem vontade, sorria.

Nos temos uma forca interior incrivel e inigualavel, e nascemos para viver bem e felizes, entao, vamos colocar em pratica e vivermos com saude, buscando sempre o equilibro do corpo, mente e alma.

Ate a proxima.

About Ana Paula

Ana Paula
Ana Paula Coser, gaucha de Passo Fundo e apaixonada por Florianópolis, mora há 6 anos em Sydney, Austrália. Jornalista com mais de 20 anos de experiência na área de comunicação no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, com atuação em Rádio, Jornal Impresso, Web Sites, Eventos, Marketing e Business. Programadora Neuro-linguista, também é Formada em Comércio Exterior. Terapeuta na área de Florais de Bach, sua grande paixão, atua hoje na Anasessencis, com terapia pessoal, manipulando Remédios Florais e Óleos Aromáticos e, como jornalista Free Lancer.